Escolha uma Página

Dono de uma personalidade dócil e muito viva, o Boxer pode ser facilmente adestrado, transformando-se em um ótimo membro em lares cheios de crianças, adultos ou idosos. Este cão é muito brincalhão quando filhote e pode manter esta característica ao longo da vida.

View this post on Instagram

Essa é minha vida – uma vida de cão -, e sinto-me abençoado por vivê-la. > Não consigo imaginar um mundo sem cães. Respeito a dignidade deles, como animais altivos e miraculosos. Admiro sua lealdade, perseverança, resiliência e força. Continuo a me desenvolver espiritualmente estudando o elo perfeito que eles mantêm com a Mãe Natureza, mesmo após milhares de anos ao lado do homem. Dizer que “amo” os cães é pouco para descrever nossa afinidade e os sentimentos que tenho por eles. > Trecho do livro “O Encantador de Cães” de Cesar Millan. > Está sem tempo para passear com seu peludo? Nos chame no direct e agende uma visita gratuita! > Siga @matilhafieloficial > Já viu nosso site? www.matilhafiel.com.br Nosso face? facebook/matilhafiel #matilhafiel #passeadoresdecaes em #boituva #dog #dogs #dogwalker #dogwalkers #dogwalkerbrasil #dogwalking #dogwalkersaopaulo #dogwalkersp #doglove #doglover #petlove #petlover #passeadordecaes #educacaocanina #comportamentocanino #adestramento #adestramentocomportamental #trainyourdog #quemamacuida #amoranimal #vidaquatropatas #quatropatas

A post shared by Matilha Fiel (@matilhafieloficial) on

Por sua inteligência, é um cão utilizado em alguns países como guia para pessoas com deficiência visual. Trata-se também de um ótimo cão de companhia e, certamente, poderá proteger seu dono com coragem e astúcia.

Apesar de ter alguma sensibilidade a problemas de pele e babar um pouco, o Boxer é uma raça fácil de ser criada. Ele não precisa de longos passeios (nem seria o ideal), banhos excessivos ou treinamento para parar de latir. Por sua natureza, é um cão dócil, amigo e obediente. Saiba mais sobre esta encantadora raça de cachorro.

Breve histórico da raça Boxer

Este cão não é uma raça muito antiga. Sua criação sistêmica remete ao fim do século IXX e sua primeira aparição data da metade deste mesmo século. Na ocasião, foi realizado o cruzamento de um cão conhecido como Bullenbeisser com um Bulldog Inglês. A experiência foi considerada um sucesso visto que a raça resultante exibia uma elegante anatomia, força e inteligência. Este é, afinal, o Boxer que temos hoje em dia.

50 nomes que combinam com cães da raça boxer

Os cães da raça Bullenbeisser eram conhecidos por sua agressividade e participavam de caças esportivas a javalis e porcos na Alemanha e Holanda. Este cão também servia para guardar rebanhos de gado.  Tratava-se de um cão demasiado robusto e que metia medo em quem o visse. Está explicada, então, a aparência um pouco truculenta do Boxer.

Nas ultimas décadas do século IXX, o Boxer ganhou a preferência da população por causa de sua aparência também vigorosa, mas um pouco mais delicada. Além disso, notou-se no boxer uma ótima disciplina e lealdade, o que levou o cão a ser popularizado em vários países.

Temperamento do Boxer

O Boxer é brincalhão, exuberante, curioso, expressivo, devotado e extrovertido. Ele é um companheiro perfeito para uma família ativa. Ele pode ser teimoso, mas responde bem aos comandos. Geralmente se dá bem com outros cães e animais da casa.

Cores da raça Boxer

A maioria dos exemplares da raça boxer apresenta pelagem fulva, com coloração branca nas patas, peito e focinho preto. Entretanto, há também boxers com pelagem tigrada, com predominância de cores caramelo e preta. Já o boxer albino, com pelagem predominantemente branca e manchas pretas nos olhos e no nariz é um pouco mais raro.

Saúde do Boxer

Principais Preocupações: cardiomiopatia, SAS,displasia de quadril
Preocupações Menores: torção gástrica, tumores, degeneração do disco invertebral, erosão da córnea, colite
Vistos Ocasionalmente: nada
Exames Sugeridos: coração, quadris
Expectativa de vida: 8-10 anos
Observações: sensível ao calor e à anestesia por serem cães braquicefálicos. Boxers brancos podem ser surdos.

A raça com crianças, estranhos e outros animais

Seu grande porte muitas vezes pode botar medo, mas é só fachada – no fundo ele é um doce de cão. Mas enquanto ele é extremamente carinhoso com a família, não se pode dizer o mesmo com pessoas de fora dela. Por isso, é importante socializá-lo desde cedo, para que ele consiga conviver com os amigos, os familiares, as visitas e, porque não dizer, o crush.

Para quem tem crianças na família, são a opção perfeita. Cuidadosos e carinhosos, os boxers, principalmente as fêmeas, costumam adotar os pequenos da casa, criando como se fossem seus.

cachorro-boxer

Crédito foto: Pexels

Cuidados com um Boxer

Por ser um cão muito ágil, é necessário realizar atividades físicas regulares, além de impor desafios como corridas, subidas e saltos. O Boxer surpreenderá a todos com suas habilidades. A performance deste cachorro, após treinado, em provas com obstáculos costuma ser muito boa. Inclusive, como a maioria dos cães, é interessante que ele gaste suas energias em passeios e brincadeiras com as crianças (se houver). Assim, ele ficará mais comportado em casa, além de evitar a obesidade.

Porém, não é necessário e nem recomendável realizar passeios muito longos, principalmente em dias quentes. O Boxer possui uma propensão à hipertermia, o que significa que seu corpo pode aquecer demais causando problemas como diarreias e vômitos. Lembre-se, inclusive, de lhe oferecer muita água fresca e comida de boa qualidade.

Cuide da pele dele

Este cão possui uma pele sensível e o dono deve estar atento a dermatites e aparecimento de câncer de pele (principalmente nos brancos). O recomendável é realizar o acompanhamento em veterinário ao notar qualquer alteração ou mancha.

Também devido à sua sensibilidade cutânea, há de se ter os devidos cuidados em dias muito quentes ou muito frios. O Boxer não gosta de extremos na temperatura. Por isso, é necessário refresca-lo em dias muito quentes e aquecê-lo com roupinhas em dias frios.

Este cachorro é muito limpo por natureza e precisa de pouco banho. Aliás, é recomendável não banhá-lo com sabonete em demasia por causa de sua pele sensível, evitando, assim, retirar a camada de proteção que se forma naturalmente na superfície da derme. Utilizar produtos próprios para sua pele ou neutros também ajudará a evitar dermatites e desconfortos.

O cãozinho desta raça também baba um pouco. Neste caso, ensiná-lo a não pular nas pessoas logo após comer, por exemplo, é útil. Mas, um pouco de baba com carinho não fará mal ao seu dono, uma vez que o Boxer é um cão muito apegado à família e gosta de estar sempre junto nas brincadeiras.

Confira esse vídeo:

Fontes e Indicações de leitura:

https://tudosobrecachorros.com.br/boxer/

https://www.adimaxpet.com.br/noticias/racas/boxer-a-tranquilidade-e-a-coragem-em-um-unico-cao

https://love.doghero.com.br/racas/boxer/

https://www.petlove.com.br/boxer/r