Cachorro com perda de pelo – resolva isso!

Seu cão é daqueles que costuma soltar bastante pelo? Basta uma corridinha dele pela casa para deixar tudo coberto de pelos e um pequeno abraço já deixa sua roupa completamente tomada pelos fios do cachorro?

Todo cão solta pelos, e isso não quer dizer que ele está necessariamente doente. Independentemente da raça, do porte ou do peso, todos os cachorros perdem pelos com frequência.

Realmente algumas raças costumam soltar bastante pelo, independente de se eles são de pelagem curta ou longa. Mas com algumas dicas simples e práticas é possível dar uma aliviada nesse problema. Confira a seguir dicas para ajudar a diminuir a queda de pelos do seu cão.

Perda de pelo é uma função!

Uma das principais funções do pelo do cachorro é protegê-lo das mudanças climáticas. Assim, o cão está totalmente preparado para suportar tanto o frio como o calor. Como? Mudando a sua pelagem. Os cachorros costumam mudar de pelo duas vezes por ano, na primavera e no outono, devido a mudanças na temperatura e na luz. Dessa forma, se o seu cachorro perde muito pelo em uma dessas estações, é totalmente normal. Aumente as escovagens diárias para evitar que se acumule pelo morto que acaba se soltando por toda a casa.

As mudas anuais acontecem de forma natural em condições normais. Em lares onde os cachorros estejam acostumados a usar roupas muitas horas por dia ou a ficar perto do aquecimento, caso habitem em locais onde a luz não varia ou se não estão acostumados a sair de casa, o processo é alterado e provoca uma perda de pelo durante todo o ano.

 

Fases de crescimento do pelo do seu cão:

Anágena: Fase em que pelo novo irá crescer.

Catágena: Fase de transição na qual o pelo para de crescer e a camada que envolve a raiz se agarra ao pelo.

Telógena: Fase de repouso na qual o pelo não cresce nem cai.

Exógeno: O pelo cai  e os folículos voltam à fase Anágena de crescimento.

 

Perda de pelo sazonal

Os cães geralmente perdem o pelo do inverno à primavera e então para o verão ganham uma pelagem mais leve e curta. No outono o ciclo é revertido, já que o cão perde a pelagem curta e leve do verão para ganhar uma que proteja mais para os meses de frio intenso do inverno.

A mudança é mais óbvia em cães que possuem uma dupla pelagem, ou em outras palavra,s um sub-pelo denso, como os da raça Collie. Essas raças não só tem pelo longo e protetor por cima, como um subpelo fino e isolante.

Agora, se a perda de pelo é normal, o que fazer para minimizar?

 

Alimentação sáudável!

Outra das causas mais comuns e que poucos tutores percebem é a má alimentação do animal. Da mesma forma que nós somos o que comemos, os cachorros também. Assim, se não oferece a dieta necessária ao seu cachorro, isso se verifica na qualidade do seu pelo que perde o brilho, fica áspero e se solta de forma exagerada.

Sem dúvida, o melhor truque para combater a qualidade do cachorro nesse caso é rever a sua alimentação e escolher a melhor comida para ele. Não só devolverá a vitalidade da sua pelagem, como conseguirá que o seu cachorro seja muito mais feliz.

Tenha em consideração que o Omega 3 e as vitaminas A, C e B favorecem consideravelmente a saúde do pelo, fortalecendo-o e evitando a sua queda. Por isso, quando adquirir o alimento, procure se focar na sua composição. Mesmo assim, pode consultar o veterinário sobre a possibilidade de dar suplementos com estas características como reforço ao seu cachorro caso a perda de pelo seja muito exagerada quando o cachorro é saudável.

Já ouviu falar de Kefir? dá uma olhada nesse artigo aqui.

 

Preste atenção na frequência de banhos do cão

Manter o seu animal sempre limpo é essencial para a saúde dele, mas é necessário ter cuidado quanto à frequência de banhos do cão. Dar banho nos cachorros ajuda a remover todo o pelo morto de uma vez e evitar que esses fios se soltem aos poucos pela casa. Porém, os banhos em excesso podem deixar a pele do animal seca e, ao invés de melhorar o problema, fazer com que o cão acabe soltando ainda mais pelos.

View this post on Instagram

Qual é o melhor momento para dar banho no cachorro? Os cachorros, diferentemente de nós, não precisam tomar banho com muita frequência. Embora algumas pessoas tenham o hábito de dar banho no cachorro uma vez na semana, eles não têm essa necessidade. Em alguns casos, o banho excessivo pode ser até um problema, já que retira a proteção natural da pele e sua oleosidade. Os filhotes de cachorros são seres vivos muito frágeis, podem adquirir qualquer doença que resida no ambiente, pois o seu sistema imunológico ainda não está completamente desenvolvido. Por isso, o colostro (ou leite materno) que lhes dá a sua progenitora, está cheio de nutrientes e anti-corpos que o vão ajudar a superar qualquer doença. Enfim, até um mês e meio de vida e inclusive até aos dois meses de vida, o filhote não se deve separar da sua mãe sob qualquer circunstância. Isso porque ela garante a sua sobrevivência, portanto, durante este tempo devemos proporcionar-lhe tranquilidade e conforto em um “ninho” isolado. É muito importante não dar banho ao filhote antes do desmame, caso contrário pode ocorrer uma rejeição na mãe que acaba por não identificar o cheiro do filhote como familiar. Confira nosso novo artigo, link na bio @matilhafieloficial Já viu nosso site? www.matilhafiel.com.br Nosso face? facebook/matilhafiel #matilhafiel #passeadoresdecaes em #boituva

A post shared by Matilha Fiel (@matilhafieloficial) on

Converse com um veterinário para que ele indique a quantidade de banhos necessária para o seu cão, geralmente dois por mês, e qual o shampoo mais indicado para a pele e o pelo do animal. Evite ao máximo usar shampoo para humanos em cachorros.

 

Doenças que podem influenciar na queda de pelo no seu cachorro

Conhecer o seu cachorro e saber como o ciclo de queda de sua pelagem normalmente se comporta é importante para que o tutor possa identificar o que é um padrão comum de queda e o que é anormal.

Em casos de queda de pelo anormal, confira os fatores que podem influenciar:

  • Parasitas (ex.: pulgas);
  • Infecções fungais ou bacterianas;
  • Reações alérgicas à comida;
  • Problemas relacionados aos rins, fígado e tireóide;
  • Gravidez;
  • Determinados medicamentos;
  • Trauma auto-induzido com lambidas e mordidas à área;
  • Câncer;
  • Doenças imunológicas;
  • Queimadura de sol;
  • Contato com substâncias causticas ou que possa irritar a pele.

 

Passeios são muito importantes!

O seu cachorro passa longas horas em casa? Não sai a passear tudo o que deveria? Se é assim, existe uma grande possibilidade de o seu cachorro sofrer de estresse ou ansiedade, sendo essa a cauda da perda excessiva de pelo. Nesse caso, a melhor solução para regular a queda de pelo é dedicar ao cachorro a atenção e tempo que ele exige, proporcionado o exercício que necessita para liberar a energia e tensão acumuladas.

View this post on Instagram

Que tal um passeio nesse pôr do Sol? Se você não tem tempo, contrate um dogwalker para passear com seu cachorro! Contrate a @matilhafieloficial

A post shared by Matilha Fiel (@matilhafieloficial) on

Em alguns casos, além de soltar muito pelo, o cachorro canaliza o estresse através da destruição do mobiliário da casa, nervosismo e outros sintomas que não deve ignorar. Leve o cachorro ao veterinário caso considere que a situação se tornou incontrolável.

Caso você more em Boituva e não tem tempo para passear com seu cachorro, entre em contato conosco, clicando aqui, e agende o passeio de seu amicão! Ou se preferir, envie agora mesmo uma mensagem pelo nosso WhatsApp!

Clique na imagem e adquira o nosso e-book com dicas para como passear com seu cachorro!

 

Quando é hora de levar ao veterinário?

De preferência, se você notar algo diferente no comportamento do seu cão, é sempre bom levar ao veterinário para que ele possa examinar o seu pet.

Abaixo alguns sintomas que o dono deve sempre prestar atenção:

  • Irritação da pele, incluindo vermelhidão, inchaços, manchas ou cicatrizes;
  • Feridas abertas de qualquer tipo;
  • Carecas ou afinamento do pelo;
  • Pelo seco que sai facilmente;
  • Coceira;
  • Constantes lambidas no local onde o pelo caiu.

 

 

Fontes e indicações de leitura:

https://www.portaldodog.com.br/cachorros/saude/queda-de-pelo-nos-cachorros/

https://www.petlove.com.br/dicas/meu-cachorro-perde-muito-pelo-isso-e-normal