Ciência mostra que cães podem detectar uma pessoa ruim

Seu cachorro já mostrou os dentes para algum conhecido seu? Pois é, acredite, ele pode detectar se aquela pessoa não é flor que se cheire. Pense ainda mais sobre isso. Você confia em seu cachorro, isso está claro. Mas ele confia em você?

View this post on Instagram

9º Nível de energia: agressividade Esse é o ultimo nível que abordaremos aqui. É muito negativo e  feroz. Agressividade é preocupante! Como identificar agressividade no meu cachorro? Ele vai te enfrentar em tudo, vai tentar tomar seu lugar em tudo (até no seu sofá) e caso você jogue a bolinha para ele, ele vai pegar se quiser, e não irá lhe devolver,  irá guardar essa bolinha. Caso você tente pegar de volta, ele poderá rosnar e mostrar os dentes. Algumas raças tendem a erguer o tronco, babar, e até mesmo a parte branca dos olhos ficam vermelhas. Como resolver essa situação? Para tratar só se volta aos poucos,  com muito passeio,  muita atividade, muita cumplicidade, para seu cachorro voltar a ganhar a confiança em você! Tenha calma, demonstre confiança e paciência ao lidar com seu cachorro. Não demonstre medo na frente dele acima de tudo. Somente assim você irá reconquistar o respeito dele, e com o tempo a confiança. #matilhafiel #boituva #agressividade #cachorrobravo #passeadordecaes #dogwalker #dicas

A post shared by Matilha Fiel (@matilhafieloficial) on

 

Nós da Matilha Fiel gostamos de trazer descobertas científicas, especialmente as relacionadas aos animais. Uma pesquisa recente mostrou que os cães conseguem detectar o grau de confiabilidade de uma pessoa e queremos compartilhar essa informação, para que você conheça esta capacidade genial, pois, os cães, como animais dotados de um incrível sexto sentido, conseguem nos dizer se podemos confiar em alguém ou não.

 

Como assim? Eles vão detectar quem é bom e quem é ruim?

 

Já sabemos que os cães são muito inteligentes, nunca deixam de nos surpreender com sua astúcia, bem como, que são animais com uma intuição poderosa, capazes de assimilar o vocabulário e até mesmo detectar algumas doenças.

Com base em estudos preliminares, acredita-se que o cão é capaz de detectar alguns tipos de câncer. Acredita-se que os tumores possam ter um cheiro distinto ou transformam o odor do hálito, das fezes, urina, ou seja, um componente químico que eles conseguem sentir, às vezes mesmo em estágio inicial da doença. E a taxa de acerto é surpreendentemente alta, mais de 90%. Alguns até chegam muito próximos de 100%.

Uma nova descoberta prova que suas capacidades são ainda mais surpreendentes. O estudo foi conduzido pela Dra. Akiko Takaoka e sua equipe de pesquisa na Universidade de Kyoto, no Japão. A equipe concluiu que os cães têm a capacidade de detectar em quem confiar e quem não.

Como saber se os cachorros tem essa habilidade para detectar o mal nas pessoas?

Os experimentos consistiam em três partes para determinar se os cães realmente tinham a capacidade de detectar em quem confiar. Segundo os pesquisadores, este estudo tem profundas implicações e pode ser muito importante para futuras pesquisas sobre o comportamento dos cães.

View this post on Instagram

Neste 1° de Fevereiro, em homenagem ao o dia do Herói Policial Civil com a história do 'Agente' Bruno, um cão farejador usado pela polícia nas investigações da morte de um executivo americano foi condecorado por coragem e bravura na Câmara Municipal de São Paulo. O cachorro Bruno, da raça Bloodhound, foi homenageado junto com 20 adestradores da cidade. Essa é a primeira vez que o Legislativo paulistano condecorou um cão, segundo o vereador Nelo Rodolfo (PMDB-SP). O "agente" Bruno integra uma equipe parceira da Polícia Civil para trabalho de buscas e ajudou na investigação de David Benjamin Sommer, em janeiro deste ano. Ele farejou o sangue da vítima em um quarto de uma casa de prostituição no Centro da capital, antes do seu desaparecimento. De acordo com a polícia, isso foi fundamental para que o assassino, que trabalhava no prostíbulo, confessasse o crime. O corpo do executivo foi encontrado uma semana depois do desaparecimento, enterrado às margens da Rodovia dos Imigrantes. #matilhafiel #boituva #chuvadelikes #telhadateam⭐️⭐️⭐️ #cachorrosp #cachorropolicial #policiacivil #canil

A post shared by Matilha Fiel (@matilhafieloficial) on

 

Os cientistas disseram que os cães podem prever o comportamento futuro em algumas pessoas, e isso é devido à sua capacidade de perceber o comportamento humano, disse John Bradshaw, membro da comunidade de Bristol. O estudo foi publicado no Journal of Animal Cognition, foram utilizado 34 cães nos testes, e todos mostraram o mesmo comportamento.

Como funcionaram os experimentos?

Durante os experimentos, os pesquisadores apontaram recipientes contendo alimentos, mas na segunda fase, um recipiente vazio foi indicado. Na terceira e última rodada, os investigadores apontaram para um recipiente com comida, mas os cães não responderam de forma alguma.

Takaoka sugere que os cães usaram sua experiência anterior para determinar se uma pessoa é legítima ou não.

“Eles têm uma inteligência social mais sofisticada do que pensávamos, que evoluiu seletivamente ao longo da história junto com a seres humanos”

, disse o pesquisador.

Os cientistas dizem que, para entender melhor essa questão, as próximas espécies que serão investigadas serão os lobos, primos de cães, para saber as conseqüências que a domesticação tem sobre esse comportamento.

Um ponto muito importante aqui

Deve-se notar que os cães também reagem à maneira como outras pessoas interagem com seus donos, por que, durante um período do experimento, os donos dos cães tiveram que pedir ajuda a várias pessoas, os da primeira fase ofereceram ajuda, os da segunda fase os trataram mal e os da terceira fase apenas os ignoraram. Por fim,  quando aqueles que se recusaram a ajudar ou ignoraram os donos ofereceram presentes aos cães, os cães se recusaram a recebê-los. Em conclusão, eles preferiram ser alimentados por aqueles que ajudaram de alguma maneira seus donos ou mesmo por aqueles que não fizeram nada para ajudar. Mas as pessoas rudes e agressivas não conseguiram ganhar a confiança dos cães.

A título de explicação, um estudo publicado pela revista Neuroscience & Biobehavioral Reviews mostrou que os cães demonstram uma boa compreensão das regras sociais.

Conclusão

Se você engana ou despista seu cão, ele não confiará em você nem lhe obedecerá. Além disso, se o seu cão não gosta de suas amizades, talvez haja algo errado com elas. Mas,leve sempre em consideração: da próxima vez que seu cão tiver “um mau pressentimento” sobre uma pessoa, não a ignore imediatamente, eles podem ter mais razões do que pensa.

O quanto seu cachorro é inteligente? Compartilhe suas histórias conosco na seção de comentários abaixo!

 

Compartilhe com seus amigos !!!!

 

Fonte :

Curiosidadesdaterra

Lupusalimentos

Sciencedirect

Veja também

Deixe um comentário