Convivência entre cão e gato – como ter harmonia?

O Dia Mundial do Gato é comemorado anualmente em 17 de fevereiro.

Esta data foi criada por uma instituição italiana, com o objetivo de ajudar a promover uma campanha contra os maus tratos contra os gatos.

A ideia se espalhou por todo mundo. Diversas ONG’s e instituições de apoio aos animais aproveitam esta data para promover a adoção de gatos abandonados, que é outra meta essencial.

Os felinos domésticos também têm um outro dia dedicado exclusivamente para eles: 8 de agosto, conhecido como Dia Internacional do Gato.

De acordo com censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), existem aproximadamente 22,1 milhões de gatos nas casas do país.

Como o “bichano” é um dos animais domésticos mais presentes e queridos dos lares brasileiros, nós da #matilhafiel prestamos homenagem a esses belos pets! <3 confira agora cinco regras para se ter um ambiente agradável, sendo um dono feliz de cães e gatos!

View this post on Instagram

Neste domingo, 17, é comemorado o Dia Mundial do Gato. Como o "bichano" é um dos animais domésticos mais presentes e queridos dos lares brasileiros, nós da #matilhafiel prestamos homenagem a esses belos pets! <3 confira duas curiosidades felinas: A (grande) população felina Atualmente, existem cerca de 23 milhões de gatos. A expectativa é que o número ultrapasse 30 milhões até 2022, registrando assim, a segunda maior população de pets do mundo. Os dados são da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação. Influência no bolso Segundo a rede de supermercado @gbarbosa_oficial , a venda de ração para gatos representam cerca de 33% do segmento de alimentos PETs. Um gato consome em média, 71 gramas de ração por dia. fonte: @f5news #caozinhofofo #cachorro #pet #banhoetosa #animais #dogs #donosdepet #donosdepetsentenderão #cão #cachorros #amoosanimais #groomer #Boituva #filhotes #viralatas #viralatalovers #viralata #doggroomer #animaissaoanjos #amoanimais #boituvaparaquedismo #respeito #pet #dicas #respeiteseucachorro #matilhafiel #boituva

A post shared by Matilha Fiel (@matilhafieloficial) on

 

5 REGRAS DE CONVIVÊNCIA ENTRE CÃES E GATOS

A expressão “como cães e gatos” é muito utilizada para definir uma relação de rivalidade e de conflitos. No entanto, esse ditado não corresponde inteiramente à realidade, afinal, cachorros e gatos podem conviver de forma harmoniosa em um mesmo local e até serem bons amigos.

Para que essa relação dê certo, é preciso estar atento às características de cada animal. O segredo para a construção da amizade é aquele que todo amante de animais conhece: muito amor, carinho e paciência com os bichos.

Gostaria de algumas dicas para te ajudar nessa tarefa de unir os bichinhos? Confira abaixo 5 regras de convivência entre cães e gatos!

1 – UM ESPAÇO DE ALIMENTAÇÃO E HIGIENE PARA CADA UM

Cada um com seu pote!

Gatos e cachorros podem e devem compartilhar áreas em comum, exceto para duas finalidades: alimentação e higiene. É importante que cada espécie tenha um local apropriado para a sua ração, afinal, a comida do cachorro pode fazer mal ao felino, apesar da comida do felino não fazer tão mal assim ao cachorro.

Da mesma forma, cães e gatos também necessitam de lugares diferentes para a sua higiene. Mantenha a caixa de areia dos gatinhos sempre higienizada e longe dos cachorros.

Estes, por sua vez, também devem ter as suas fezes colhidas e jogadas em um lixo adequado. Lembre-se que animais são curiosos e filhotes mais ainda! Por isso, fique de olho nos seus bichinhos para que eles não avancem sobre o território um do outro.

2 – DÊ PREFERÊNCIA AOS FILHOTES

Que coisinha lindinha!!!

No início da convivência, cães e gatos filhotes podem ter desconfiança mútua. No entanto, há como contornar esse problema: adotando ambos quando novinhos.

Crescendo juntos, eles irão descobrir o ambiente que vivem ao mesmo tempo e criarão menos conflitos. Permita que os filhotes interajam e brinquem desde bem pequenos para que criem afinidades.

Fique atento apenas com as brincadeiras mais pesadas, que envolvam mordidas e arranhões. Filhotes são mais frágeis e podem se machucar com maior facilidade.

3 – DÊ TEMPO AO GATINHO

gato na sua

Você já tem um gato e acaba de adotar ou adquirir um cachorro, o que fazer? O felino, sentindo a presença de um estranho, estará arisco e se escondendo com mais frequência.

É importante que o gato tenha acesso aos seus refúgios enquanto ele não se familiariza com o novo morador da casa. Esse é um processo natural e, aos poucos, o bichano vai ganhando confiança, sentindo o cheiro do novo amigo e se adaptando à sua presença.

4- TENHA PACIÊNCIA COM OS CACHORROS

Você já viu essa cena em um filme ou em um desenho animado: o cachorro persegue o gato, caçando-o. No entanto, essa imagem, quase sempre, só cabe na ficção.

Na realidade, cães são animais que tendem a ser muito sociáveis e, quando se lançam atrás de um gatinho, estão apenas querendo brincar. No entanto, o felino pode não entender a brincadeira e se assustar, principalmente quando o cachorro é de grande porte.

Por isso, preste atenção no comportamento dos animais e desestimule brincadeiras mais ríspidas. Faça isso, claro, com carinho: é importante que nenhum animal se sinta favorecido ou punido pela presença do outro.

5 – NÃO SE ACANHE EM PEDIR AJUDA

Cães e gatos não são inimigos naturais, mas animais que gostam de ter controle sobre o seu território. Por isso, é importante ter paciência ao colocar as duas espécies no mesmo ambiente.

A adaptação pode ser dificuldade a depender da idade de cada animal, já que os bichinhos mais velhos tendem a ser menos dispostos a aceitar uma novidade. Mesmo assim, criar gatos e cães em um mesmo ambiente nunca é uma missão impossível. Caso você encontre dificuldades, procure ajuda especializada.

Sabia que um profissional pode analisar a personalidade de cada animal e te ajudar a encontrar a melhor maneira de criar uma amizade entre seus companheiros de estimação? Faça uma pesquisa na internet por esses profissionais, procure o seu veterinário ou um pet shop de confiança, eles vão poder te indicar a pessoa ideal para te dar uma forcinha!

Gostou das dicas de convivência entre cães e gatos? Continue acompanhando o nosso blog, aqui você encontra essas e muito mais! Ah, não se esqueça de deixar um comentário!

 

Fonte: familia4patas

 

Veja também

Deixe um comentário