Escolha uma Página

Você ama e respeita o seu cão? Veja aqui no que está errando sem saber…

É fato que amamos nossos cães. E o que amamos, sempre procuramos respeitar. Como humanos, somos falhos. E no que se refere aos nossos filhos caninos, isso pode acontecer sem ao menos perceber, sem intenção. Muitas vezes, por falta de conhecimento, ou até mesmo com a melhor das intenções, podemos desrespeitar nossos pets. Se deseja lhe oferecer tudo o que é necessário e ser o melhor dono do mundo, recomendamos que leia o artigo abaixo, em que contamos o que não se deve fazer caso você respeita o seu cão.

Você respeita o seu cão? O que pode estar fazendo errado?

Desde o primeiro contato esses animais se tornam nossos melhores amigos e nos oferecem seu amor incondicional. Às vezes as pessoas não sabem como retribuir esse carinho e agem pensando no bem-estar dos animais… Entretanto, essas ações podem ser prejudiciais para eles. Fique atento a estes hábitos, que podem acarretar mais problemas do que benefícios, e não os tenha, se você respeita o seu cão.

Beijá-lo

beijo de cachorro

Estudos afirmam que beijar seu cão pode causar doenças em ambos, uma vez que cada espécie possui bactérias “especiais” que são transmitidas com essa demonstração de carinho. É muito comum dar beijos, mas se você respeita o seu cão, não de beijos nele, procure por outras formas, como um carinho na cabeça dele por exemplo.

Bater neles

Acredita-se que é uma forma de educar para que o animal respeite a autoridade do ser humano. Entretanto, um golpe, por mais leve que seja, danifica a relação que você pode ter com seu animal e conduz a uma comunicação prejudicial. Além disso, caso você bata nele, estará incentivando a agressividade e o rancor. Os animais de estimação não compreendem gritos e golpes, mas sim carinho e paciência. Saiba que um cão possui a inteligência de uma criança e precisa de tempo para aprender. Se você respeita o seu cão, Ofereça-lhe confiança e recompensas e verá como o dia a dia ficará melhor.

Vesti-lo como uma pessoa

The-blueboys

A humanização dos animais de estimação é algo cada vez mais frequente. É possível encontrar lojas onde são vendidas roupas (incluindo sapatos, chapéus e lenços) para cães. O cão da imagem faz muito sucesso na internet, é um “garoto propaganda” de uma marca de roupas caninas, no Instagram. Colocar um suéter durante a época de frio não tem problema, até certo ponto, mas fantasiá-lo não é prática de um bom dono. O animal fica incomodado e, muitas vezes, prisioneiro dentro dessas roupas.  Se você respeita o seu cão, não o exponha ao ridículo. Isso  prejudica sua saúde emocional.

Não acreditar que possuem sentimentos

sad dog

Os cães sentem emoções, assim como os humanos. Isso significa que podem sentir amor, frustração, raiva, vergonha, ciúmes, e muitos mais. E como se não bastasse, os cães são capazes de ler as emoções de seus donos a partir das expressões faciais. Eles entendem o que está acontecendo com você!

Alimentá-lo incorretamente

Os cães possuem um sistema digestivo diferente do nosso. Você deve saber muito bem disso. Portanto, há alimentos que eles não conseguem digerir bem e sua ingestão pode provocar inflamação, intoxicação e até mesmo a morte. Não lhes dê chocolate, alimentos gordurosos, molhos nem condimentos. Se você respeita o seu cão, estude a dieta adequada e só ofereça comida certa para cães (ou apropriada para eles). Existem opções boas e baratas, que você pode fazer em casa, como essa opção aqui.

Deixá-lo preso

As correntes não apenas provocam feridas no pescoço e privam os movimentos, mas também podem adoecer seu cão caso fique muito tempo ao ar livre (sem abrigo contra chuva, vento, neve, sol e frio). Além disso, acorrentar um animal transforma seu temperamento e caráter, da mesma forma que ocorre ao bater nele. Se você respeita o seu cão, não o deixe preso.

Enfim, essas são algumas atitudes que devemos estar atentos, para evitar ao máximo ou deixar de fazer. Assim contribuiremos para a saúde física e emocional dos nossos cachorros, tornando eles mais equilibrados e mais saudáveis.

Caso você tenha mais alguma dica, mande nos comentários!

Fontes:

Livro A cabeça do cachorro – Alexandra Horowitz, Ph. D.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Comportamento_canino

https://pt.wikipedia.org/wiki/Cão